Página Inicial







Paquistão: Pena de morte suspensa e revisão do caso Asia Bibi
23 de Julho de 2015

O Supremo Tribunal do Paquistão anunciou na quarta-feira, 22 de Julho, a suspensão da pena de morte e a reavaliação do caso de Asia Bibi, cristã paquistanesa acusada do crime de blasfémia.

 

De acordo com as informações, o conselho de três juízes declarou “admissível” o apelo apresentado pelo advogado da mulher, o legal muçulmano Saiful Malook. O caso será portanto revisado pelo Supremo Tribunal que entrará no mérito das questões levantadas pela defesa. Enquanto isso, até a próxima audiência, ainda não marcada, a pena de morte foi suspensa para esta condenada.

 

O processo desta mulher transformou-se num caso paradigmático dos abusos que permite a «lei anti-blasfémia», que tutela a identidade e a honra da fé islâmica, desde 1986. Depois dos vários movimentos em defesa da libertação da acusada, os extremistas emitiram um decreto religioso, apelando aos muçulmanos que a castigassem com a morte.

 

Na terça-feira, deputados portugueses enviaram um “apelo urgente” ao presidente da República do Paquistão para que a apreciação do último recurso sobre a acusação a Asia Bibi decida “no sentido da libertação”.

 

O apelo foi enviado pelo Grupo Parlamentar de Solidariedade com os Cristãos Perseguidos no Mundo através de uma carta dirigida à embaixadora da República Islâmica do Paquistão em Lisboa.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados