Página Inicial







Quénia: Congresso sobre Economia de Comunhão
26 de Maio de 2015

Tem início na quarta-feira, 27 de maio, o Congresso Internacional de Economia de Comunhão em Nairobi, capital queniana. Estão inscritas 421 pessoas de 41 países dos cinco continentes.

 

O encontro é organizado pelo Movimento dos Focolares, em colaboração com a Universidade Católica do Leste Africano e foi precedido por um Seminário para jovens empresários e estudantes da África. 

 

O projeto Economia de Comunhão (EdC) nasceu no Brasil, fundado por Chiara Lubich em maio de 1991 em São Paulo, envolve empresários, trabalhadores, gestores, consumidores, poupadores, cidadãos, pesquisadores, operadores econômicos, todos empenhados em vários níveis a promover uma prática e uma cultura econômica voltada para a comunhão, a gratuidade e a reciprocidade, propondo e vivendo um estilo de vida alternativo àquele dominante no sistema capitalista.

 

Nos primeiros anos, o projeto teve repercussão imediata não apenas na América Latina, onde foi lançado, mas também nos outros continentes. Em outubro de 2012, incluía 861 empresas das mais variadas dimensões.

 

Esta nova cultura econômica visa apoiar um novo conceito do agir econômico, não apenas utilitarista, mas orientando-se para a promoção integral e solidária do homem e da sociedade.

 

Até o dia 31, cada dia do Simpósio terá um tema: Criatividade e comunhão, Cultura de Comunhão, Empresa e trabalho, Pobreza e riqueza e no dia conclusivo, Digamos ‘sim’ à Economia de Comunhão.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados