Página Inicial







África do Sul: Dar prioridade à vida e não aos lucros
15 de Julho de 2015

A Comissão Episcopal “Justiça e Paz” da África do Sul divulgou um apelo a pedir prioridade para a vida e não ao lucro das empresas farmacêuticas no tratamento de doenças como o cancro e a Sida.

 

Segundo o documento assinado pelo Bispo de Kimberley, Dom Abel Gabuza, presidente da comissão, “vários medicamentos de combate ao cancro são patenteados e seu preço os coloca fora do alcance dos mais pobres”.

 

Para os bispos, o País precisa de uma nova abordagem que equilibra a proteção dos pobres e as necessidades das indústrias farmacêuticas de recuperar seus custos e obter um lucro razoável dos medicamentos que produzem.

 

“A proteção da propriedade individual, como é administrada na África do Sul, faliu no balanço dessas duas exigências. O nosso sistema faz com que os novos medicamentos sejam financeiramente insustentáveis para o Ministério da Saúde e indisponíveis para milhões de pobres na África do Sul”, sublinha a nota.

 

“É lamentável que o processo de desenvolvimento das reformas das patentes parece ter sido sequestrado pelos interesses mesquinhos das multinacionais farmacêuticas. Fazemos um forte apelo ao Ministro do Comércio e Indústria para que tenha a audácia de dar prioridade à vida de nosso povo e não aos interesses de lucros das poderosas empresas farmacêuticas”, conclui o comunicado.

(ue )



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados