Página Inicial







Mundo: «O Vídeo do Papa» para ajudar a rezar
5 de Janeiro de 2016

O Apostolado da Oração - Portugal (AO) informou que vai lançar no dia 6 de janeiro a plataforma «O Vídeo do Papa», onde Francisco convida os homens e as mulheres do mundo inteiro a rezar pelas suas intenções.

 

 “O Vídeo do Papa é a nova plataforma lançada pela Rede Mundial de Oração do Papa - Apostolado da Oração, através da qual Francisco convida os homens e mulheres do mundo inteiro a unirem-se às suas intenções pelos desafios da humanidade”, afirmou o AO em comunicado enviado à Agência Ecclesia.

 

“Trata-se da iniciativa mais emblemática de 2016 no que se refere à consciencialização e sensibilização para os desafios da Humanidade em geral, desafios que dizem respeito a todas as tradições religiosas e pessoas de boa vontade”, acrescenta.

 

De acordo com o AO, da Companhia de Jesus, o primeiro vídeo do Papa vai ser disponibilizado na rede social facebook no dia 6 de janeiro, onde é possível encontrar outras informações sobre esta iniciativa e interagir com a comunidade que a integra.

 

De acordo com a organização o AO, estima-se que façam parte da Rede Mundial de Oração do Papa a “30 milhões de pessoas”, em “dez idiomas”.

 

“A Rede Mundial de Oração do Papa tem como objetivo difundir as intenções do Santo Padre. Por isso, criou uma série de vídeos virais mensais, cada um focado numa causa, com a participação do próprio Papa Francisco”, acrescenta o comunicado.

 

O projeto foi idealizado e realizado pela Agência La Machi, Consultora de Comunicação para Boas Causas, e conta com o apoio do Apostolado da Oração - Portugal.

 

“Na primeira edição, em Janeiro, ‘O Vídeo do Papa’ centra-se no diálogo inter-religioso”.

 

Segundo o diretor geral delegado da Rede Mundial de Oração do Papa, Frédéric Fornos, sj, “num Mundo onde tudo leva à fragmentação, à oposição e à divisão, é mais do que nunca necessário que as religiões e as pessoas desejosas de paz, fraternidade e solidariedade se mobilizem juntas em projetos comuns”.

 

“O Papa Francisco propõe cada mês um desafio que diz respeito a todos. As religiões, mais do que nunca, têm que mostrar que juntas podem mobilizar-se por desafios comuns ao serviço da paz, da fraternidade e da solidariedade”, acrescenta o sacerdote jesuíta.

 

Fonte: Agência Ecclesia



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados