Página Inicial







Rep. Centro-Africana: Bispo denuncia ataques contra sua diocese
11 de Fevereiro de 2016

O bispo de Bangassou, Dom Juan José Aguirre Muños, denuncia que os rebeldes têm promovido ataques frequentes na região onde se localiza a sua diocese.

 

“Desde o início de 2016, minha diocese está continuamente sob ataque do ERS (Exército de Resistência do Senhor) e ninguém fala disso”, disse o bispo e missionário comboniano na República Centro-Africana (RCA).

 

O Exército de Resistência do Senhor é um grupo de guerrilha de origem ugandesa que ameaça há anos a região sudeste da RCA, mas que nas últimas semanas intensificou seus ataques contra civis.

 

“Há mais de um mês somos atacados por todos os lados. O ERS atacou mais de seis aldeias na área. Aqui acolhemos muitos desabrigados que fugiram da área de Niakari (a 15 km de Bangassou), onde a diocese tem um lugar de peregrinação. Em Niakari, na semana passada, o ERS agrediu e sequestrou moradores. Três dias atrás, estive em Bakouma, onde em 21 de janeiro, a missão local foi saqueada”, conta Dom Agirre.

 

“O que mais machuca é que não se fala do que acontece em Bangassou”, desabafa o bispo local.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados