Página Inicial







Sudão do Sul: Presidente nomeia líder rebelde como vice-presidente
12 de Fevereiro de 2016

O presidente sul-sudanês, Salva Kiir, nomeou como vice-presidente seu principal rival e líder rebelde, Riek Machar. A nomeação faz parte de um acordo de paz assinado em agosto de 2015 e que busca colocar fim a mais de dois anos de guerra civil.

 

Machar já foi vice-presidente de Kiir entre 2005 e 2011, quando o Sudão do Sul ainda era uma região semiautônoma, e depois entre julho de 2011 (após a independência) e julho de 2013.

 

Sua designação como vice-presidente cumpre um dos pontos do acordo de paz, que, no entanto, não impediu o prosseguimento dos combates entre o governo e a rebelião.

 

"É uma boa notícia, porque é mais um passo na aplicação do acordo de paz", declarou o próprio Machar à AFP a partir da Etiópia.

 

O Sudão do Sul proclamou sua independência em 9 de julho de 2011, depois de décadas de conflito com Cartum.

 

Em 15 de dezembro de 2013 voltou a afundar na guerra, após a explosão de combates no seio de um exército dividido por questões políticas e étnicas, alimentadas pela rivalidade entre Kiir e Machar.

 

O conflito começou na capital, Juba, quando Kiir, de etnia dinka, acusou seu ex-vice-presidente, de etnia nuer, de estar a organizar um golpe de Estado.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados