Página Inicial







Angola: Bispos refletem sobre situação sociopolítica do país
14 de Março de 2016

A Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) esteve reunida em assembleia no início de Março e os bispos aproveitaram para refletir sobre o atual momento do país, mostrando-se preocupados com a crise sociopolítica.

 

No comunicado final, os bispos afirmaram que “a falta de ética, a má gestão do erário público e a corrupção generalizada estão na origem da crise económica e financeira em Angola, e não apenas a queda do preço do petróleo, no mercado internacional”.

 

Os responsáveis católicos lamentaram “o agravamento preocupante da pobreza das populações e a paralisação paulatina dos agentes económicos”, devido às dificuldades na renovação de mercadorias por falta de poder aquisitivo”, bem como a “falta de critérios no uso dos fundos públicos, gastos exorbitantes, importação de coisas supérfluas, que não aproveitam as populações”.

 

Em face do quadro exposto, os bispos da CEAST “apelaram para que nunca se perca de vista o espirito de diálogo permanente com as comunidades e organizações para que todos se sintam uteis e necessários na busca de soluções definitivas para os vários problemas existentes”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados