Página Inicial







Nigéria: Um milhão de crianças fora da escola por causa da violência
23 de Dezembro de 2015

Um milhão de crianças estão fora das escolas devido à violência e aos ataques terroristas contra civis no nordeste da Nigéria e nos países vizinhos.

 

Os confrontos com os insurgentes Boko Haram na Nigéria provocaram a morte de cerca de 600 professores.

 

A informação foi dada na terça-feira, 22 de dezembro, pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) que aponta o conflito como responsável por “um grande golpe para a educação na região”.

 

Mais de 2.000 escolas estão fechadas devido aos confrontos na Nigéria, nos Camarões, no Chade e no Níger. Várias encontram-se nessa situação há mais de um ano enquanto centenas de estabelecimentos foram atacados, saqueados ou incendiados.

 

Para o diretor regional do Unicef para África Ocidental e Central, Manuel Fontaine, além de o conflito ser um grande golpe para a educação, a violência tem mantido muitas crianças fora das salas de aula por mais de um ano colocando-as em risco de “abandonar completamente a escola”.

 

Fontaine refere que que quanto mais tempo estas permanecerem fora dos estabelecimentos maior é o risco de serem abusadas, raptadas e recrutadas pelos grupos armados.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados