Página Inicial







Mundo: Dia de Santa Bakhita
8 de Fevereiro de 2016

A Igreja celebra hoje, 8 de fevereiro, a memória de Santa Josefina Bakhita. Irmã Josefina, primeira e até agora única santa sudanesa, nasceu no Sudão (África), em 1869 e morreu em Schio (Veneza-Itália) em 1947.

 

O processo para a causa de Canonização iniciou-se doze anos após a sua morte e a 1 de dezembro de 1978, a Igreja emanava o Decreto sobre a heroicidade das suas virtudes. A Providência Divina que «cuida das flores do campo e dos pássaros do céu», guiou esta escrava sudanesa, através de inumeráveis e indizíveis sofrimentos, à liberdade humana e àquela da fé, até a consagração de toda a sua vida a Deus, para o advento do Reino.

 

A sua humildade, a sua simplicidade e o seu constante sorriso, conquistaram o coração de todos os habitantes de Schio. As Irmãs a estimavam pela sua inalterável afabilidade, pela fineza da sua bondade e pelo seu profundo desejo de tornar Jesus conhecido.

 

«Sede bons, amai a Deus, rezai por aqueles que não O conhecem. Se, soubésseis que grande graça é conhecer a Deus!».

 

Irmã Bakhita faleceu no dia 8 de fevereiro de 1947, na Casa de Schio, rodeada pela comunidade em pranto e em oração. Uma multidão acorreu logo à casa do Instituto para ver pela última vez a sua «Santa Irmã Morena», e pedir-lhe a sua proteção lá do céu. Muitas são as graças alcançadas por sua intercessão.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados