Página Inicial







Mundo: Jovens devem participar da implementação da Agenda 2030
3 de Fevereiro de 2016

Jovens líderes do mundo inteiro estiveram reunidos na ONU para participar no Fórum da Juventude promovido pelo Conselho Econômico e Social (Ecosoc).

 

Um dos objetivos do encontro foi ampliar o papel do grupo na implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

 

O Fórum serve como plataforma para que os jovens possam dialogar com os Estados-membros da ONU e aumentar sua participação na criação de políticas econômicas, sociais e ambientais.

 

De acordo com o vice-secretário-geral das Nações Unidas, Jan Eliasson, "os jovens devem ser reconhecidos pelo que eles são: agentes da mudança cujas contribuições vão trazer benefícios para eles e para a sociedade".

 

O presidente do Conselho Nacional da Juventude de Portugal, Hugo Carvalho falou em particular sobre a proximidade dos países que compõem a CPLP.

 

“O que nós queremos da CPLP é, de facto, aproximar o máximo possível todos os conselhos nacionais da juventude de todos os governos em torno do que precisamos. Precisamos de retificar a Carta do Direito dos Jovens da CPLP, precisamos de formalizar o seu Fórum da Juventude. Solidificando esta base do fórum podemos avançar para projetos que signifiquem a disseminação da lusofonia.”

 

Carvalho defendeu ainda que “jovens em Portugal têm um caminho desafiante pela frente” em termos de oportunidades após a “crise severa”. Mas destacou a cultura como fator de impacto para aliar ideias dos países de língua portuguesa.

 

A ONU estima que em todo o mundo há 75 milhões de jovens sem emprego.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados