Página Inicial







Rep. Centro-Africana: Situação alimentar é "extremamente grave"
2 de Março de 2016

Novo relatório da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e o Programa Mundial de Alimentação (PMA) revela que situação alimentar é "extremamente grave" na República Centro-Africana. Entre os motivos da crise estão a alta nos preços de produtos básicos e a baixa produção de alimentos. "Revitalizar a agricultura é fundamental para paz duradoura", indicam os organismos da ONU.

 

Três anos de conflito e deslocamentos na República Centro-Africana continuam a prejudicar a agricultura e a restringir gravemente o acesso das pessoas à comida.

 

O diretor do PMA no país, Bienvenu Djossa, afirmou que a situação é "extremamente grave" e que "metade da população passa fome".

 

Djossa ressaltou ainda que "é fundamental continuar a ajudar os mais vulneráveis, que precisam de assistência alimentar de emergência para sobreviver".



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados