Página Inicial







Lisboa: Ano da CPLP contra o Trabalho Infantil
22 de Fevereiro de 2016

A Cerimónia de Abertura do "Ano da CPLP contra o Trabalho Infantil" decorreu no dia 17 de fevereiro, na Assembleia da República Portuguesa. A iniciativa de subordinar o ano de 2016 a este combate foi uma decisão da última reunião dos ministros da tutela dos Estados-membros, decorrida em 2015, em Timor-Leste.

 

Uma cerimónia em que o secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) Murade Murargy, defendeu que os governos não podem permitir a existência, no século XXI, de escravatura e trabalho infantis.

 

 O secretário de Estado do Emprego de Portugal enviou uma mensagem na qual sublinha que actualmente já quase não há trabalho infantil no país, mas lembra que em 1998 estavam identificadas 43 mil crianças nesta situação.

 

Já a Ministra da Solidariedade Social de Timor alertou que o combate ao trabalho infantil exige "ir à raiz do problema" e está "muito associado à pobreza".



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados