Página Inicial







Mundo: Dia para a eliminação da violência contra as mulheres
22 de Novembro de 2016

O «Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres» celebra-se todos os anos a 25 de novembro. Uma data importante para o movimento internacional das mulheres, escolhido em honra das irmãs Mirabal, activistas da República Dominicana torturadas e assassinadas no dia 25 de novembro de 1961 por se oporem ao regime ditatorial que imperava no País. Recordar esta data visa alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos. Em média, uma em cada três mulheres é vítima de violência doméstica.

 

Para marcar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, a campanha do secretário-geral das Nações Unidas “Una-se pelo fim da violência contra as mulheres” convida-nos a “pintar o mundo cor-de-laranja: pelo fim da violência contra as mulheres e as meninas”.

 

Portugal

Oitenta e cinco por cento das vítimas de violência doméstica em Portugal são mulheres. A violência doméstica contra as mulheres abarca vítimas de todas as condições e de todos os estratos sociais e económicos. As vítimas de violência doméstica em Portugal podem recorrer à APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima) que além de prestar apoio às vítimas organiza eventos especiais neste dia.

 

ONU Mulheres

"Os crimes atrozes cometidos contra mulheres e meninas em zonas de conflito, bem como o abuso doméstico registado em todos os países, são graves ameaças para o progresso", disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na sua mensagem por ocasião do Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, que se comemora a 25 de novembro.

 

Para aumentar a sensibilização para este fenómeno, uma campanha internacional contra a violência de género vai decorrer de 25 de novembro até 10 de dezembro. A "Campanha dos 16 Dias" foi criada pelo Instituto de Liderança Global das Mulheres, em 1991, e é coordenada pelo Centro para Liderança Global das Mulheres.

 

Além do apoio a esta iniciativa organizada pela sociedade civil, a campanha "UNiTE", promovida pelo secretário-geral das Nações Unidas, também apela para uma ação global que aumente a sensibilização em todo o mundo e crie oportunidades para a discussão de soluções.

 

"Pinte o mundo de laranja: acabe com a violência contra as mulheres e meninas". Desde 2012, a campanha UNiTE proclamou o dia 25 de cada mês como Dia Laranja. Neste dia, a ONU pede que cada pessoa use uma peça de roupa com a cor laranja, simbolizando um futuro melhor e um mundo livre da violência contra mulheres e meninas.

 

Fonte: Comboni.org



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados