Página Inicial







Colômbia: Assinatura do acordo de paz entre governo e guerrilheiros
26 de Setembro de 2016

Será assinado nesta segunda-feira, 26 de setembro, o acordo de paz entre o governo da Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), alcançado em agosto em Cuba, após quase quatro anos de negociações.

 

Na sexta-feira, 23 de setembro, as Farc anunciaram que seus líderes ratificaram por unanimidade o acordo de paz alcançado com o governo colombiano. O grupo se comprometeu que irão abandonar as armas após 52 anos de conflito.

 

A cerimônia será realizada em Cartagena, pelo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e o número um das Farc, Rodrigo Londoño Echeverri, conhecido como “Timochenko”.

 

Chefes de Estado da região são aguardados, assim como o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e o secretário de Estado americano, John Kerry.

 

O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, vai acompanhar a assinatura do tratado de paz, anunciou a sala de imprensa da Santa Sé.

 

A Igreja Católica “encorajou e apoiou o processo de paz” ao longo dos 4 anos de negociações, recorda a Rádio Vaticano.

 

“A Colômbia está diante de um encontro com a história, uma separação de águas entre o antes e depois da paz. O país pode começar a mudar, a resolver os seus problemas”, disse o Aarcebispo de Tunja, D. Luis Augusto Castro Quiroga, presidente da Conferência Episcopal Colombiana.

 

Em mais de 50 anos, o conflito na Colômbia, o mais longo das Américas, provocou a morte de 220 mil pessoas e deixou mais de seis milhões de deslocados internos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados