Página Inicial







Mundo: Perseguição contra cristãos aumentou em 2014
12 de Janeiro de 2015

Cerca de 100 milhões de cristãos são perseguidos atualmente em todo o mundo por causa de sua fé. Os dados foram revelados na última quarta-feira, 7 de Janeiro, pela «Open Doors», organização internacional de apoio aos cristãos. A situação mais grave é na Coreia do Norte, onde dos 400 mil cristãos que vivem no país, entre 50 e 70 mil estão presos em campos de trabalho forçado, onde são torturados.

 

A Somália ocupa a segunda posição, seguida por Síria, Iraque, Afeganistão, Sudão, Irão, Paquistão, Eritreia e Nigéria. Os dados são baseados em análises de especialistas em direitos humanos e pesquisadores sobre a violência contra cristãos e restrições oficiais ou informais ao direito de exercer a fé, se converter à religião e gozar das mesmas liberdades civis que outros cidadãos.

 

O extremismo islâmico é a principal causa das perseguições nos países citados. Segundo a Open Doors, militantes islâmicos representam a maior ameaça aos cristãos em 18 dos 20 países considerados os mais perigosos.

 

Na Síria e no Iraque, a perseguição contra os cristãos é sobretudo devido ao avanço dos jihadistas do auto-proclamado "Estado Islâmico" (EI), que expulsou centenas de milhares de fiéis de suas casas e terras, principalmente em Mossul e na Planície do Nínive, no Iraque. Segundo o relatório, o Estado Islâmico matou 271 cristãos no Iraque e outros 60 na Síria.

 

De janeiro a outubro de 2014, 4.344 cristãos foram mortos, mais que o dobro das 2.123 vítimas do ano anterior, segundo o levantamento da Open Doors. Estima-se que o cristianismo tenha 2,2 bilhões de adeptos no mundo, enquanto o Islão é seguido por 1,6 bilhão.

 

Portas Abertas ou Open Doors é uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países onde existe algum tipo de proibição, condenação, execução ou ameaça à vida das pessoas ou à sua liberdade de crer e cultuar Jesus Cristo.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados