Página Inicial







Quénia: Jornalistas vão receber formação sobre questões de paz e de conflito em África
12 de Fevereiro de 2015

A «African Media Initiative» (AMI) e dois dos seus parceiros assinaram quarta-feira, 11 de fevereiro, um protocolo de acordo para a formação de jornalistas em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) bem como em cobertura das questões de paz e de conflito em África.

 

Em comunicado feito em Nairobi, a AMI declara que decidiu com a União Africana das Telecomunicações (UAT) e o Instituto Africano das Telecomunicações (AFRALTI) trabalhar juntos para reforçar as capacidades dos órgãos de comunicação africanos para cobrir o sector das TIC.

 

Durante a assinatura deste acordo, o director-geral da AMI, Eric Chinje, declarou que este projecto é um primeiro do género e um dos numerosos projectos de formação que a AMI realizará no quadro de um esforço para reduzir o fosso entre o conteúdo da imprensa e a agenda de desenvolvimento de África.

 

Segundo o comunicado, o projecto verá mais de 200 jornalistas receber uma formação sobre a cobertura e a análise das informações das TIC bem como as questões de paz e os conflitos no continente.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados