Página Inicial







Lisboa: Portugueses promovem oração pelos cristãos perseguidos no Médio Oriente
3 de Março de 2015

A igreja de São José da Anunciada, em Lisboa, recebe hoje, 3 de março, a partir das 18h00 uma celebração pelos perseguidos no Médio Oriente.

 

A iniciativa é promovida pela fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), a Assembleia Portuguesa da Ordem de Malta, a EJNS-Equipa de Jovens de Nossa Senhora, a Missão ‘Mãos Erguidas’ e a Associação Humanitária Cruz de Malta, podendo ser acompanhada através das redes sociais com o marcador (ashtag) ‘#RezarPelaPaz’ ou ‘#PrayForPeace’.

 

“Num tempo em que os cristãos estão a ser perseguidos, em crescendo, nas mais diversas partes do mundo culminando com o sequestro de 250 cristãos na Síria, onde já se torna vulgar apresentar, como espetáculo mediático nas redes sociais, o martírio de inocentes nas formas mais perversas – decapitação, crucificação e outras – pelos terroristas muçulmanos do autoproclamado ‘Estado Islâmico’, os jovens católicos portugueses decidiram unir-se numa oração pelos Cristãos perseguidos”, refere uma nota de imprensa.

 

Rui Machete, ministro português dos Negócios Estrangeiros, disse esta segunda-feira em Genebra, Suíça, que a comunidade internacional “não pode permanecer indiferente perante a escalada de violações e dos abusos” cometidos pelo ‘Estado Islâmico’ contra minorias religiosas, nomeadamente os cristãos.

 

O governante falava na abertura dos trabalhos do Conselho de Direitos Humanos, órgão das Nações Unidas para o qual Portugal foi eleito pela primeira vez no final de 2014.

 

No domingo, houve notícia da libertação de 19 dos 250 cristãos assírios sequestrados pelos jihadistas.

 

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos do Homem, tratou-se de um grupo de 16 homens e 3 mulheres, todos com mais de 50 anos de idade, e que foram sequestrados na aldeia de Tal Ghoran.

 

Fonte: Agência Ecclesia

 



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados