Página Inicial







Fórum Social Mundial: um fermento de diferenças
28 de Março de 2015

Entramos no segundo dia do Fórum Social Mundial. Apesar da retirada de algumas organizações após o ataque terrorista ao museu Bardo e apesar das fortes chuvas a atmosfera era de uma festa cultural. Havia palestinos, comissões do Sara Ocidental, exposições de artesanato por mulheres e bandas juvenis.

 

Muitas pessoas visitaram o stand da «rede Comboni pela justiça, paz e reconciliação» e ficaram impressionados com a atmosfera de internacionalidade e família.

 

Um revés percebido do Fórum Social Mundial é a fragmentação causada pelas muitas oficinas simultâneas, em que experiências relevantes são compartilhadas. Uma maneira positiva de superar essa fragmentação é atender à noite como Família Comboniana e reunir os diferentes encontros que cada um viveu.

 

O Padre Rafael Perez, mccj, disse: «Este Fórum Social Mundial é uma janela aberta para as lutas de nosso mundo e nós estamos aqui, envolvidos. Um grande desafio é saber onde estamos e qual é a nossa contribuição».



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados