Página Inicial







Líbano/Iraque: «Há um genocídio a ser silenciado»
13 de Abril de 2015

Catarina Martins, diretora da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre em Portugal, integrou um grupo internacional da Fundação que esteve de visita aos campos de refugiados no Líbano e no Iraque, que estão a ser apoiados pela AIS. O retrato que traz do terreno é, ao mesmo tempo, preocupante e extraordinário, pela falta de condições em que as pessoas são obrigadas a viver e pelo testemunho de fé que emana destes cristãos perseguidos, obrigados a deixar as suas terras para fugirem da perseguição do autoproclamado Estado Islâmico.

 

O que é que encontrou no terreno?

Vi dois países destruídos, em que há um impacto muito grande dos milhões de refugiados no funcionamento do país, o que a chegada implicou no racionamento da água, da luz, na falta de bens essenciais... o impacto é visível e foi muito sentido por nós durante esta visita.

 

A entrevista completa está disponível no site da Família Cristã.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados