Página Inicial







Vaticano: Papa reforça apelos em defesa dos cristãos perseguidos
6 de Abril de 2015

O Papa reforçou no Domingo, de Páscoa, 5 de abril, no Vaticano os seus apelos em favor dos cristãos que são perseguidos em várias partes do mundo e pediu que a comunidade internacional trave este “crime inaceitável”.

 

“Desejo que a comunidade internacional não assista muda e inerte a este crime inaceitável, que constitui uma preocupante deriva dos direitos humanos mais fundamentais. Desejo verdadeiramente que a comunidade internacional não desvie o olhar para outro lado ”, declarou, perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro para a recitação do «Regina Coeli», oração que substitui o ângelus durante as celebrações pascais.

 

Francisco falava depois de saudar uma delegação do Movimento Shalom, que concluiu no Vaticano uma estafeta solidária para sensibilizar a opinião pública relativamente às perseguições contra cristãos.

 

O pontífice argentino estimulou o trabalho de “ajuda palpável” na defesa e proteção dos cristãos “perseguidos, exilados, mortos, decapitados” por causa da sua fé.

 

“Eles são os nossos mártires de hoje e são muitos, podemos dizer que são mais numerosos do que nos primeiros séculos”, lamentou.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados