Página Inicial







Quénia: Igreja pede mais segurança após massacre
8 de Abril de 2015

O líder da Igreja Católica no Quênia, Cardeal John Njue, Arcebispo de Nairóbi, condenou o massacre de 148 estudantes na Universidade de Garissa perpetrado por extremistas islâmicos e disse que o país precisa de mais forças de segurança.

 

“Estamos a dialogar com o governo e será necessário reforçar a segurança, visto que temos um histórico de agressões promovidas pelo Al-Shabab”, disse o cardeal.

 

Dom Njue reiterou que a tragédia foi “extremamente dolorosa” e que a Igreja Católica “esforça-se para promover a reconciliação”. 

 

“O massacre foi um ato extremista”, concluiu Dom Njue.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados