Página Inicial







Dia da Justiça Social: Pelo fim do tráfico de pessoas e dos trabalhos forçados
19 de Fevereiro de 2015

Celebra-se na sexta-feira, 20 de fevereiro, o Dia da Justiça Social, instituído pelas Nações Unidas em 2007 e que tem como objetivo a reflexão sobre a necessidade de existir justiça social em todos os países do mundo. Em 2015 o tema que inspira as ações é: Pelo fim do tráfico de pessoas e dos trabalhos forçados.

 

As principais metas para a realização da justiça social são: eliminação da pobreza, acesso a emprego digno, eliminação de todo o tipo de discriminações e também melhorar o bem-estar da população.

 

“A justiça social é um princípio básico da convivência pacífica e próspera dentro e entre as nações. Defendemos os princípios de justiça social quando promovemos a igualdade de género ou os direitos dos povos indígenas e dos migrantes. Promovemos a justiça social quando removemos as barreiras que as pessoas enfrentam por causa do gênero, idade, raça, etnia, religião, cultura ou deficiência”, indica o site da ONU.

 

O trabalho forçado se apresenta de diferentes formas, incluindo a servidão por dívidas, tráfico e outras formas de escravidão moderna. As vítimas são os mais vulneráveis - mulheres e meninas forçadas à prostituição, migrantes presos em servidão por dívida, e trabalhadores da indústria ou do campo mantidos claramente em situações ilegais, a ganhar pouco ou nada.

 

Em junho de 2014, governos, empregadores e trabalhadores reunidos na Conferência Internacional do Trabalho decidiram dar um novo impulso à luta global contra o trabalho forçado, incluindo o tráfico de pessoas e práticas análogas à escravidão.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados