Página Inicial







Sudão do Sul: "Última oportunidade" para negociar a paz
23 de Fevereiro de 2015

As negociações sobre a paz no Sudão do Sul retomaram nesta segunda-feira, 23 de fevereiro, em Addis Abeba para uma nova sessão qualificada de "última oportunidade" por mediadores, após mais de um ano de sucessivos fracassos.

 

Os beligerantes sul-sudaneses, que se afrontam há 14 meses num conflito civil mortífero têm até 5 de Março deste ano para encontrar um acordo de partilha de poder num governo de transição e trazer a paz ao seu país.

 

"Essas negociações são as últimas", alertou Seyoum Mesfin, mediador-chefe da organização intergovernamental leste africana (IGAD) na abertura da sessão na capital etíope.

 

Os beligerantes têm 15 dias para finalizar um acordo de partilha do poder entre o Governo de Kiir e o chefe rebelde Machar.

 

De acordo com o calendário estabelecido pela IGAD, o período de transição deve começar a 1 de Abril no Sudão do Sul e um governo de unidade nacional deve ser formado a 9 de Julho.

 

Os representantes da sociedade civil sul-sudanesas e a comunidade internacional expressaram a sua impaciência com a estagnação do conflito e com a intransigência de ambas as partes.

 

O conflito sul-sudanês já causou a morte de pelo menos 50 mil pessoas, segundo a ONG International Crisis Group - nenhum balanço oficial está disponível.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados