Página Inicial







Síria: ONU espera que cessar-fogo facilite entrega de ajuda
30 de Dezembro de 2016

As Nações Unidas (ONU) esperam que o cessar-fogo entre o governo sírio e os grupos armados de oposição facilite a entrega de ajuda humanitária e salve vidas. A suspensão das hostilidades teve início nesta sexta-feira, 30 de dezembro.

 

“A suspensão total das hostilidades continua a ser a base da resolução 2254 aprovada pelo Conselho de Segurança em 2015. Esperamos que a implementação do acordo salve vidas, facilite a entrega de ajuda humanitária por todo o país e abra o caminho para conversações produtivas em Astana, capital do Cazaquistão”, diz o enviado da ONU para a Síria, Staffan de Mistura.

 

De Mistura acredita que esses "acontecimentos devem contribuir para negociações sírias inclusivas que vão ser realizadas pela ONU em 8 de fevereiro, em Genebra".

 

Ainda sobre a Síria, o Escritório de Coordenação para Assuntos Humanitários, Ocha, afirmou que quatro milhões de pessoas em Damasco, a capital do país, não têm acesso à água há uma semana.

 

Segundo a agência da ONU, os dois principais reservatórios que fornecem 70 por cento da água potável para a cidade não estão a funcionar por causa de ataques que causaram danos às suas instalações.

 

Pelos dados das Nações Unidas, cerca de 15 milhões de pessoas na Síria necessitam de água e os gastos para obter esse serviço chegam a 25 por cento da renda familiar.

 

A organização pediu a todas as partes em conflito que cheguem a um acordo para aliviar o sofrimento dos civis.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados