Página Inicial







Vaticano: Papa pede respostas ao grito da terra e dos pobres
1 de Fevereiro de 2017

O Papa Francisco deu as boas-vindas à delegação do Movimento Católico Mundial pelo Clima Global (Catholic Climate Movement, GCCM), presente na Sala Paulo VI, na manhã desta quarta-feira, e encorajou o movimento à espera de respostas ao grito da terra e dos pobres.

 

“Agradeço pelo compromisso em cuidar da nossa casa comum nestes tempos de grave crise socioambiental. Encorajo o Movimento a continuar a tecer redes a fim de que as Igrejas locais respondam com determinação ao grito da terra e ao grito dos pobres”, disse o Santo Padre.

 

O GCCM é uma aliança internacional de organizações e indivíduos católicos que em união e colaboração com o Papa e os bispos, quer reforçar a voz católica nas discussões sobre as mudanças climáticas globais.

 

Os objetivos do Movimento

Despertar consciência no interior da Igreja quanto à urgência de providências em favor do clima, à luz dos ensinamentos sociais e ambientais católicos;

Promover a solidariedade global na busca por soluções para a crise climática e restaurar nossa relação com todas as espécies;

Advogar em favor de nossos irmãos e irmãs na pobreza, que são os mais suscetíveis aos impactos da mudança do clima;

Promover a conversão ecológica por meio de mudanças pessoais e organizacionais para reduzir emissões e caminhar rumo a um mundo de baixo carbono;

Promover a relação estabelecida pelo catolicismo entre fé e razão, especialmente no que concerne à tomada de decisões políticas em face da mudança global do clima;

Incentivar líderes políticos, empresariais e sociais a assumir compromissos ambiciosos para solucionar a crise climática, com vistas a impedir a elevação da temperatura global acima de 1,5 graus Celsius.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados