Página Inicial







Sudão do Sul: Catequista assassinado
26 de Janeiro de 2017

Um catequista da paróquia do Sagrado Coração de Kajo-Keji (Sudão do Sul) foi morto domingo, 22 de janeiro, durante confrontos que envolveram tropas do governo e dos rebeldes.

 

De acordo com as informações do pároco local, Padre Jesus Aranda,  missionário comboniano, o nome do catequista era Lino e foi morto com outras cinco pessoas por um grupo armado.

 

Os fiéis abandonaram a área, com medo de outros ataques.

 

Pe. Aranda assumiu a paróquia em 3 de dezembro de 2016 e teve logo que se confrontar com a dramática situação da área. Mais de 50 mil moradores de Kajo-Keji se refugiaram na vizinha Uganda por causa da insegurança e dos ataques a aldeias da área, perpetrados pelo exército sul-sudanês contra esta população, hostil ao governo central de Juba.

 

São informações da Agência Fides.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados