Página Inicial







Rep. Centro-Africana: País mais perigoso para trabalhadores humanitários
16 de Fevereiro de 2017

As Nações Unidas consideram a República Centro-Africana o "ambiente mais perigoso para os trabalhadores humanitários". Em 2016, o país teve 31 por cento dos incidentes de segurança a nível do mundo que afetaram pessoal humanitário.

 

O subsecretário-geral para as Operações de Paz disse na quarta-feira, 15 de fevereiro, ao Conselho de Segurança que deve ser rapidamente cumprida a promessa internacional de mais de 2,2 mil milhões de dólares (cerca de dois mil milhões de euros) da conferência de Bruxelas de novembro.

 

Hervé Ladsous destacou os cerca de 2,2 milhões de pessoas necessitadas ou estão a enfrentar insegurança alimentar. O número corresponde a mais de metade da população da República Centro-Africana.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados