Página Inicial







Vaticano: Papa confirma desejo de visitar o Sudão do Sul
27 de Fevereiro de 2017

De acordo com o que publicamos aqui na sexta-feira, 24 de fevereiro, o Papa Francisco confirmou sua intenção de visitar o Sudão do Sul.

 

“Estou a estudar, com os meus colaboradores, a possibilidade de uma viagem ao Sudão do Sul”, disse o Santo Padre, no domingo, durante visita inédita à igreja anglicana de Todos os Santos.

 

Em outubro, Francisco se encontrou com os principais líderes cristãos do Sudão do Sul, com quem debateu o cenário de guerra civil no mais jovem país africano.

 

D. Paulino Lukudu Loro, arcebispo de Juba (Igreja Católica); Daniel Deng Bul Yak, arcebispo da Igreja Episcopal (Anglicana); e Peter Gai Lual Marrow, da Igreja Presbiteriana, convidaram o Papa a visitar o país africano, juntamente com o primaz da Igreja Anglicana, Justin Welby.

 

Francisco sublinhou que estes responsáveis cristãos “querem a paz, trabalham juntos pela paz” no mais jovem país africano.

 

“Estamos a pensar se [a viagem] se pode fazer, a situação é muita feia, lá, mas temos de fazer”, adiantou, esta tarde.

 

Na última quarta-feira, Francisco tinha lançado um alerta para a grave situação da nação africana que vive um “conflito fratricida”, ao qual se junta a fome que afeta muitas pessoas, especialmente as crianças.

 

Os superiores dos Missionários Combonianos de todo o mundo também divulgaram uma mensagem de esperança e encorajamento para os “irmãos e irmãs do Sudão do Sul”, dizendo que rezam pela paz, pelos líderes políticos sul-sudaneses para que “vão além dos interesses pessoais ou de grupo, e entrem num diálogo nacional profundo de perdão, reconciliação e reparação”, e pelos líderes religiosos para que possam animar e guiar o povo por caminhos de perdão e de paz.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados