Página Inicial







África do Sul: Bispos promovem o Dia de Conscientização sobre o Tráfico Humano
7 de Fevereiro de 2017

A Conferência Episcopal da África do Sul escreveu uma Carta pastoral – para ser lida em todas as igrejas, no domingo 5 ou 12 de fevereiro –, com a intenção de promover o Dia de Conscientização sobre o Tráfico Humano, que ocorre a 8 de fevereiro, Festa de Santa Josefina Bakhita.

 

“O tráfico de seres humanos – dizem os bispos sul-africanos –, é um dos três comércios mais rentáveis nos nossos dias, juntamente com o da droga e das armas, e está a crescer em África, sendo que a África do Sul é, particularmente, um dos países mais afectados. As pessoas são sequestradas à porta de casa, em um mundo que perdeu o temor de Deus e todo o sentido da sacralidade da vida humana.” Em anexo, publicamos a Carta pastoral dos bispos, em inglês.

 

“As pessoas vulneráveis são exploradas – dizem os bispos sul-africanos –, despachadas pelo mundo fora como mercadorias; as pessoas pobres são atraídas com a promessa de empregos bem remunerados; as pessoas são drogadas, estupradas e espancadas. São separadas e isoladas da família e dos amigos, agarradas à força: são os escravos modernos, enganados, em condições de trabalho desumanas, sem quaisquer meios ou oportunidade de escapar do seu cativeiro. Esta realidade tornou-se um escândalo terrível, um mal abominável na sociedade humana e a fonte de muito sofrimento. O tráfico de seres humanos, diz-se, é um dos três comércios mais rentáveis nos nossos dias, juntamente com o da droga e das armas, e está a crescer em África, sendo que a África do Sul é, particularmente, um dos países mais afectados. As pessoas são sequestradas à porta de casa, em um mundo que perdeu o temor de Deus e todo o sentido da sacralidade da vida humana.”



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados