Página Inicial







Mundo: Oração pela paz na Terra Santa é uma convocação
4 de Junho de 2014

É grande a expectativa pelo encontro de oração pela paz, para o qual o Papa Francisco convidou os Presidentes de Israel, Shimon Peres e da Palestina, Mahmoud Abbas, e que terá lugar no Vaticano no Domingo de Pentecostes, 8 de Junho. O Patriarca Ecumênico de Constantinopla Bartolomeu I deverá participar do encontro.

 

“Não deve ser considerado somente um momento para pedir o dom da paz. É uma convocação espiritual e moral para todos”, refere Sergio Paronetto, vice-presidente nacional da Pax Christi.

 

“Espero que seja uma ocasião capaz de despertar a escuta recíproca, de modo a alcançar uma forma de desarmamento mental e emocional. Desarmamento dos medos, das obsessões, dos preconceitos, das arrogâncias, dos fanatismos. Devemos despertar as energias da família humana, redescobrindo a nossa carteira de identidade relacional. Como escreve David Grossman – recorda Paronetto – é preciso ressuscitar a pessoa dentro das armaduras”.

 

Indicativa a data escolhida para o encontro, que recai no dia da Solenidade de Pentecostes: “A paz é uma pessoa, - repete frequentemente Francisco - é o Espírito Santo”.

 

Paronetto convida a pegar nas mãos, nos dias de preparação, o livro do Cardeal Martini “Rumo a Jerusalém”, no qual se recorda que “a oração pela paz é uma oração de intercessão, no sentido bíblico de ‘dar um passo no meio’, de colocar-se entre as partes em conflito, sem malidicência, abandonados ao sopro do Espírito”.

 

Participe do evento também no Facebook.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados