Página Inicial







Sudão do Sul: País à beira de uma grande crise humanitária
18 de Julho de 2014

A subsecretária-geral para Assuntos Humanitários da ONU está extremamente preocupada com a escalada da crise no Sudão e no Sudão do Sul. Valerie Amos falou sobre a violência na região ao Conselho de Segurança, na quarta-feira, 16 de Julho.

 

Amos citou "fontes confiáveis" que calculam 170 mil deslocados em áreas ao norte, controladas pelo Movimento de Libertação do Povo do Sudão (Splm) desde o início do ano.

 

Após o encontro, a também chefe do Escritório de Coordenação para Assuntos Humanitários (Ocha) disse que a situação "é cada vez mais complexa".

 

Valerie Amos alertou o Conselho de Segurança sobre o risco de uma "grande crise humanitária no Sudão do Sul", caso não seja tomada de imediato uma ação urgente.

 

Segundo a chefe do Ocha, existe a possibilidade de insegurança alimentar e fome no Sudão do Sul. Amos disse estar bastante preocupada com a intensificação dos bombardeamentos e dos conflitos durante a época de plantio, que vai de maio a julho.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados