Página Inicial







Nigéria: Duzentos mortos em ataques terroristas
6 de Junho de 2014

Duzentas pessoas foram mortas em ataques perpetrados esta semana, em várias aldeias no Estado de Borno, no Norte da Nigéria, por homens armados e presumíveis membros da seita islâmica Boko Haram, vestidos de uniformes militares.

 

O facto foi revelado esta quinta-feira, pelo jornal nigeriano “Local Premium Times”, citando um parlamentar nigeriano originário da zona atacada.

 

Entre as aldeias atacadas figuram as de Agapalawa, Aganjara e Gwoza, situadas perto da fronteira comum entre os Camarões e a Nigéria, e a localidade de Attangara, onde 12 pessoas morreram num ataque ocorrido na véspera, numa igreja.

 

"Quando os assaltantes chegaram, a maior parte dos residentes da localidade pensavam que eram soldados (governamentais).

 

Eles não podiam imaginar que podiam ser elementos da seita Boko Haram. Mais de 200 corpos jazem pela aldeia à espera de serem enterrados", indicou o residente Ibrahim Ngalamuda.

 

Estes homens armados disfarçados em uniformes de soldados teriam penetrado na aldeia a bordo de 10 camiões militares da marca Toyota Hilux.

 

Eles teriam criado um sentimento inicial de alegria entre os aldeões que pensavam tratar-se de militares que vieram proteger-lhes, depois de os mesmos se terem apresentado como tal.

 

"Quando chegamos perto deles, eles disseram-nos: 'Somos soldados, e estamos aqui para vos proteger a todos'”, indicou um dos populares.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados