Página Inicial







Eritreia: Bispos Católicos denunciam sofrimento da população
11 de Junho de 2014

“Onde está o teu irmão?” É a pergunta que dá o título a uma carta divulgada pelos bispos católicos da Eritreia, na qual denunciam o sofrimento da população em geral e dos jovens que, devido às privações e aos sofrimentos que se vivem no país, se vêem obrigados a emigrar, mesmo colocando em risco a própria vida. A carta é assinada por quatro bispos.

 

Os bispos católicos da Eritreia publicaram uma carta pastoral por ocasião do 23º aniversário da Independência do país, celebrado no dia 25 de Maio passado.

 

No texto, faz-se referência ao naufrágio ocorrido ao largo da costa de Lampedusa a 3 de Outubro do ano passado, no qual morreram mais de 300 pessoas, muitas delas emigrantes oriundos do país do Corno de África. Os eritreus, escrevem os bispos, “procuram países mais pacíficos, onde reina a justiça, onde se pode expressar livremente, onde se trabalha e se pode ter um salário”. O texto da carta está assinado por quatro bispos: D. Mengsteab Tesfamariam (missionário comboniano), D. Tomas Osman, D. Kidane Yeabio e D. Feqremariam Hagos, respectivamente de Asmara, Barentu, Keren e Segeneiti.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados