Página Inicial







África: Líderes islâmicos contra o extremismo
23 de Maio de 2014

“Extremismo religioso e radicalismo. Mecanismos para enfrentar e remediar”, foi o tema do segundo fórum dos Ulemás (doutores da lei islâmica) da África Oriental concluído na quarta-feira, 21 de Maio, em Djibuti, após três dias de trabalhos. Participaram do encontro as mais altas autoridades islâmicas de Djibuti, Etiópia, Sudão, Somália e Quénia, assim como do Iémen e da Arábia Saudita.

 

Os trabalhos foram abertos no domingo pelo Presidente do país, Omar Ghelleh, ocasião em que evidenciou as numerosas dificuldades que as violências de matriz fundamentalista religiosa geraram nos últimos anos. “Olhem tudo aquilo que acontece a nossa volta: existem gerações inteiras que nunca conheceram a paz. Devemos trabalhar juntos para desenraizar as causas do extremismo e enfrentar da melhor forma o seu impacto na sociedade”, afirmou.

 

Por sua vez, o Secretário Executivo do Conselho dos Ulemás do Iémen, Ibrahim Ibrahim Ibad, ao referir-se às correntes extremistas, afirmou que “hoje existem muitas interpretações superficiais, mas, sobretudo afastadas do Islão, e isto influi seriamente na nossa religião”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados