Página Inicial







Estados Unidos: Papa pede defesa da liberdade religiosa
24 de Setembro de 2015

O Papa Francisco visitou, na quarta-feira, a Casa Branca para a cerimónia oficial de boas-vindas aos Estados Unidos da América, um dia depois de ter chegado ao país, vindo de Cuba, e pediu a defesa dos “direitos inerentes à liberdade religiosa”.

 

“A liberdade religiosa permanece como uma das conquistas mais valiosas da América. E, como os meus irmãos bispos dos Estados Unidos nos lembraram, todos somos chamados a vigiar, precisamente como bons cidadãos, para preservar e defender essa liberdade de tudo que possa colocá-la em perigo ou comprometê-la”, disse o Santo Padre.

 

Ao se referir aos católicos dos Estados Unidos, Papa Francisco reiterou a construção de uma sociedade tolerante e inclusiva, “na defesa dos direitos dos indivíduos e das comunidades, e rejeitando qualquer forma de discriminação injusta”.

 

Sobre a visita ao Congresso dos Estados Unidos, o pontífice falou que espera encorajar “todos aqueles que são chamados a guiar o futuro político da nação com fidelidade aos seus princípios fundadores”. Já sobre a ida à Filadélfia para o VIII Encontro Mundial das Famílias, o Papa comentou que irá “para celebrar e apoiar as instituições do matrimônio e da família, neste momento crítico da história da nossa civilização”.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados