Página Inicial







Sudão do Sul: Missionário alvejado
14 de Setembro de 2015

Um missionário comboniano foi ferido a tiro por salteadores que atacaram a viatura em que viajava no estado de Lagos, Sudão do Sul.

 

O P. Palcide Majambo foi atingido nas costas por uma bala, mas encontra-se fora de perigo.

 

O ataque ocorreu na estrada entre Rumbek e Mapuordit pelas 18h00 de sexta-feira, 11 de setembro, a uma dezena de quilómetros da missão.

 

O missionário comboniano tinha ido às compras a Rumbek, a capital do estado de Lagos, com alguns colegas e funcionários do hospital da missão.

 

Regressavam a Mapurodit quando um homem armado com farda militar apareceu do capim e fez sinal para parar a viatura numa zona de floresta.

 

O condutor acelerou e passou os salteadores.

 

Um abriu fogo sobre o carro e estilhaçou a janela traseira.

 

O P. Placide foi atingido por uma bala na zona lombar.

 

O irmão comboniano Rosário Iannetti escreveu uma mensagem via correio eletrónico a dar conta do acidente.

 

O superior da missão, médico-cirurgião e diretor do hospital de Mapuordit relata que o P. Placide está fora de perigo mas com muitas dores.

 

Precisa de ser evacuado por avião para Nairobi, Quénia, para extração do projétil.

 

A bala está alojada numa área delicada perto da pleura.

 

O P. Placide é da República Democrática do Congo e tem 33 anos.

 

Está em Mapuordit há três anos onde fez o serviço missionário depois de terminar os estudos teológicos. Foi ordenado há 11 meses no Congo.

 

O Sudão do Sul vive em guerra civil há 18 meses. A segurança está cada vez mais deteriorada com a abundância de armas nas mãos de civis.

 

Os assaltos à mão armada nas estradas do país são cada vez mais frequentes, sobretudo nas rotas mais movimentadas.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados