Página Inicial







Amazónia: Os combonianos na defesa da vida social e ambiental
23 de Novembro de 2015

Os combonianos P. Dário Bossi, a trabalhar no Brasil, e o P. Rafael González Ponce, no Equador, participaram nos encontros das duas redes Iglesias y Minería e Red Eclesial Panamazónica, realizados de 12 a 20 de Novembro, em Bogotá, capital da Colômbia.

 

Estas redes reflectem sobre os problemas que estão a afectar os países e os povos da região amazónica e desenvolvem actividades pastorais, tendo em vista a promoção e a defesa da vida social e ambiental. “A nossa participação nestes encontros – disse o P. Dário – pode ajudar a reavivar a nossa prioridade comboniana para com o mundo indígena e a comprometer-nos ainda mais com os problemas sociais e ambientais da Amazónia, na América Latina.”

 

Iglesias y Minería (IyM) é uma rede ecuménica de comunidades cristãs atingidas pelos megaprojectos da indústria extractiva, no continente latino-americano. Os combonianos estão entre os membros fundadores da rede e acompanham as suas actividades, de modo particular no Peru e Brasil, e nos EUA através de Vivat International.

 

Neste primeiro encontro em Bogotá, participaram mais de 20 representantes, vindos da Colômbia, Honduras, Peru, Chile, Brasil, Argentina, EUA, Itália, Suíça e Alemanha. O encontro serviu para fortalecer a cooperação e a coordenação das actividades e definir um plano de acção para o futuro. Decidiu-se, entre outras acções, a realização da próxima assembleia plenária de IyM, e ainda de dois seminários temáticos: um, sobre a criminalização dos líderes que se opõem aos projectos das grandes empresas mineiras e, outro, sobre as experiências de sucesso na defesa dos povos e dos territórios assessorados pelas diversas Igrejas. Durante a reunião de Bogotá, a rede fortaleceu as suas relações com o Pontifício Conselho de Justiça e Paz, com o Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM) e com a rede Caritas Internationalis, a partir da Caritas Colombiana. Foi redigida e publicada uma Carta aberta de IyM em solidariedade às famílias vítimas do desastre de Mariana (MG – Brasil), reivindicando a penalização das empresas responsáveis (Vale S.A. e BHP Billiton).



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados