Página Inicial







Portugal: Travar pobreza que ameaça 2,8 milhões de portugueses
16 de Outubro de 2015

A Rede Anti Pobreza (EAPN) em Portugal exige “uma estratégia nacional” para a “erradicação” de um problema que, segundo as últimas estatísticas, ameaça atualmente 2,8 milhões de pessoas, 30 por cento da população do país.

 

No contexto do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, o organismo sublinha “a urgência de travar este flagelo” e chama à responsabilidade o setor político, “que não pode, de forma nenhuma, alegar desconhecimento para a falta de ação”.

 

“Se olharmos apenas para os números, sabendo que é preciso ir muito para além deles, ficaremos assustados com as crianças que, em Portugal, se encontram em risco de pobreza e ou exclusão social; e ficamos igualmente assustados com os números da emigração e com os números do desemprego jovem”, realça a organização.

 

De acordo com os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística, cerca de 2,8 milhões de portugueses convivem hoje com o risco de pobreza ou de exclusão social.

 

Com informações da Agência Ecclesia.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados