Página Inicial







Vaticano: Papa pede paz para RCA e recorda os Combonianos
2 de Novembro de 2015

Na oração do “Angelus” do domingo, dia 1 de Novembro, o Papa Francisco lançou um apelo para a paz na República Centro-Africana e recordou os Missionários Combonianos: “Os dolorosos episódios que nestes últimos dias apertaram a delicada situação da República Centro-Africana suscitam na minha alma viva preocupação. Faço apelo às partes para que se ponha fim a este ciclo de violências. Estou espiritualmente próximo aos padres combonianos da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Bangui, que acolhem numerosos refugiados. Exprimo a minha solidariedade à Igreja, às outras confissões religiosas e à inteira nação Centro-Africana, tão duramente provada enquanto cumprem esforços para superarem as divisões e retomarem o caminho da paz.”

 

Depois da celebração da Missa, dia da solenidade de Todos os Santos, o Papa Bergoglio anunciou ainda, durante o “Angelus”, que quer abrir a Porta Santa do Jubileu da Misericórdia da catedral de Bangui, no próximo dia 29 de Novembro, na República Centro-Africana: “Para manifestar a proximidade orante de toda a Igreja a esta Nação tão aflita e atormentada e exortar todos os centro-africanos a serem sempre mais testemunhas de misericórdia e de reconciliação, no domingo 29 de Novembro, tenho a intenção de abrir a Porta Santa da catedral de Bangui, durante a Viagem Apostólica que espero realizar àquela nação.”

 

A República Centro-africana está em guerra civil desde 2013 e o país tem sido assolado por ondas sucessivas de violência.

 

O Papa estará no Quénia, Uganda e República Centro-Africana entre 25 e 30 de novembro na sua primeira viagem à África.

 

No domingo, 25 de Outubro, tivemos a celebração de envio da Maria Augusta Pires, leiga missionária comboniana portuguesa, para a República Centro-Africana.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados