Página Inicial







Fátima, 13 de Maio: “O meu espírito alegra-se em Deus, meu Salvador”
13 de Maio de 2016

A peregrinação internacional do 13 de maio, em Fátima, tem o tema «O meu espírito alegra-se em Deus, meu Salvador» (Lc 1,47).

 

A primeira peregrinação aniversária internacional de 2016 marca o início das grandes celebrações do último ano antes do centenário das aparições que vai ser celebrado em 2017.

 

Fátima é um dos santuários católicos marianos mais conhecidos em todo o mundo. O Santuário está localizado na Cova da Iria, freguesia de Fátima (Portugal), onde a 13 de Maio de 1917 três crianças com idades entre os 7 e os 10 anos – Lúcia Jesus, Francisco e Jacinta Marto – tiveram a primeira aparição da Nossa Senhora.

 

No local, foi construída uma basílica e outras estruturas religiosas que hoje atraem cerca de cinco milhões de pessoas por ano.

 

O cardeal-patriarca de Lisboa manifestou em Fátima a sua admiração pela “coragem” dos peregrinos e sublinhou a “verdade garantida” das aparições de 1917 na Cova da Iria, aos três pastorinhos.

 

“Deixai-me dizer-vos, caríssimos peregrinos, o muito que vos estimo e admiro, pela coragem de sair de casa e fazer-se à estrada, persistindo, rezando e ansiando por chegar aqui, como finalmente estais”, declarou D. Manuel Clemente, na Homilia da Missa da Vigília da peregrinação internacional aniversária, celebrada na quinta feira (12).

 

O cardeal-patriarca sustentou que há “muitas razões” para dar crédito a Fátima, “como o fez a autoridade eclesiástica em 1930 e os sucessivos Papas”.

 

D. Manuel Clemente recordou os “pronunciamentos e visitas” ao santuário de vários pontífices, “como o próprio Papa Francisco no ano que vem”.

 

“A verdade garantida de Fátima está na sua coincidência com a própria verdade evangélica”, acrescentou.

 

Na tarde desta sexta-feira, às 15h30, acontece a celebração de entronização da Imagem Peregrina.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados