Página Inicial







Moçambique: 22 de Maio - Dia de oração pela paz
20 de Maio de 2016

A Conferência Episcopal Moçambicana (CEM) agendou para o domingo, 22 de maio, Solenidade da Santíssima Trindade, um Dia Oração pela Paz.

 

Há muito tempo que Moçambique se encontra numa situação difícil por causa da grave crise política entre a Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), atual partido no poder, e a Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), ex movimento de guerrilha, que se tornou o partido principal da oposição.

 

Por causa dos combates entre os dois lados, muitos habitantes de Moçambique se refugiaram no confim com o Maláui. “Renovamos a nossa solidariedade a todos os moçambicanos que continuam a sofrer por causa desse clima de guerra”, escrevem os bispos na nota. “Como Igreja, não estamos ligados a nenhum partido político, mas estamos a favor das pessoas, especialmente as mais pobres, as mais afetadas por esta guerra absurda”, afirmam.

 

A reiterar o desejo de “buscar juntos o caminho da paz”, os bispos moçambicanos “pedem o cessar-fogo e um diálogo eficaz entre as partes que envolva também a sociedade civil”. Nessa ótica, o Governo e a oposição são impelidos a “colocar em prática medidas concretas para por fim às hostilidades e permitir a retomada da vida normal do país que se encontra semiparalisado”.

 

A Conferência Episcopal Moçambicana recorda a situação dramática do desenvolvimento local: “Nenhum investimento, nenhuma ajuda de outros países, enfraquecimento constante do turismo, falta de segurança nos movimentos, 36 mil crianças e jovens sem acesso à escola, 11 mil moçambicanos refugiados no Maláui, e a queda da economia.”  “Aonde querem chegar?” É a pergunta inquietadora feita pelos bispos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados