Página Inicial







Vaticano: Papa em Lesbos para visita humanitária e ecuménica
15 de Abril de 2016

No sábado, 16 de abril, o Papa visita a ilha grega de Lesbos, onde expressará “proximidade e solidariedade tanto aos refugiados quanto aos cidadãos da ilha e a todo o povo grego, tão generoso no acolhimento”.

 

De acordo com o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, o padre Federico Lombardi, esta viagem-relâmpago não tem um significado político e muito menos é uma crítica à União Europeia na gestão que está a fazer desta crise migratória. O padre Lombardi fez questão de ressaltar que a visita do Papa aos refugiados na ilha de Lesbos na Grécia é de caráter estritamente humanitário e ecuménico:

 

“A viagem, ou visita, para sermos mais exatos, é de natureza estritamente humanitária e ecuménica, no sentido que é uma visita conjunta: do Papa, do Patriarca Ecuménico e do Arcebispo de Atenas. Não tem, portanto, diretamente, nenhum cariz de tomada de posição política ou de outro género, mas uma atenção fundamentalmente humanitária, vivida em chave ecuménica.”

 

“Esta visita nasce da preocupação do Papa pela situação dos migrantes e dos refugiados. Preocupação partilhada, como sabemos, pelo Patriarca Bartolomeu, com quem tem uma profunda sintonia, e com a Igreja Ortodoxa Grega que vive no seu país a situação gravíssima que conhecemos.”



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados